Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

As nossas viagens. Ex-Militares da Companhia 3485 e Amigos.

QUEM GOSTA VEM… QUEM AMA FICA.

As nossas viagens. Ex-Militares da Companhia 3485 e Amigos.

QUEM GOSTA VEM… QUEM AMA FICA.

Roménia, Biertan, Sibiu, Sibiel - Abril 2019

Biertan10.jpg

A Roménia, tal como a Bulgária, são o espetáculo da natureza, com um património natural, rural e cultural invejável, que nos deu a oportunidade de recuar no tempo e de ter vivências diferentes do ocidente, do progresso, do consumismo e da superabundância.

Iniciámos mais um dia na frágil rede de estradas que nos obrigam a atravessar vilas inteiras, a percorrer rios ou a serpentear os Cárpatos.

Começámos o dia na pequena povoação de Biertan para uma visita a uma das mais famosas e belas igrejas fortificadas que domina a paisagem da aldeia e toda a sua antiga estrutura defensiva.

Por uma escadaria de madeira, subimos a colina até à entrada da igreja. O interior estava muito bem preservado, e com um altar único onde se esconde a porta da sacristia, datada de 1515. Tem um prémio internacional na Exposição Mundial de Paris, em 1900, como consequência do seu sistema complicado de fechadura de 19 trancas, ainda a funcionar, e também pela arte das magníficas incrustações na madeira.

Biertan.jpg

Biertan11.jpg

Biertan12.jpg

Biertan13.jpg

Biertan14.jpg

Biertan15.jpg

 

No século 12, foram convidados colonos da Saxónia a estabelecerem-se na Transilvânia para desenvolver a região e a proteger dos invasores. Com a experiencia dos colonos, Biertan tornou-se numa cidade importante pelas artes e cultura e pela movimentação das mercadorias. A igreja depois de transformada numa fortaleza com 3 níveis de muralhas, conectadas pelos portões das torres, era a obra-prima do culto, da defesa e da resistência aos invasores e não só, também pela sua dimensão.

 

Das 6 torres e dos 3 baluartes, foi possível visitar a torre do mausoléu que abriga as pedras esculpidas dos túmulos de bispos e sacerdotes, a torre católica com fragmentos de frescos e uma sala num pequeno espaço, talvez na torre da prisão ou do casamento (não sei), onde havia uma cama individual muito estreita, um utensílio que parecia para a higiene, um prato, uma mesa e um banco, onde os casais desavindos ficavam confinados em terapia conjugal até se conciliarem ou separarem em definitivo. Dizem que funcionava, porque em 300 anos só houve um divórcio. Também há outra leitura, que diz: Se os casais permanecessem na pequena sala muito tempo perdiam as sementeiras e a força do seu trabalho, pelo que o ano seguinte seria, certamente, de muita fome.

Biertan16.jpg

Biertan17.jpg

Biertan20.jpg

Biertan21.jpg

Biertan22.jpg

O almoço servido na casa do padre local, tornou a refeição mais agradável e diferente do habitual. O rustico esteve sempre presente entre uma comida tradicional, feita só para o grupo, e um vinho local, dito caseiro. No final borraram a pintura toda, primeiro com a sobremesa, um bolo muito seco e de fabrico industrial, e depois com a ausência do Sr. Padre, que todos, ou quase todos, desejavam conhecer… apesar de tudo, nós até eramos as visitas.

Será que a casa e o padre eram uma “treta” do imaginário de alguém?… Só Deus e, certamente, mais alguns cúmplices saberão.

Biertan30.jpg

Enquanto seguíamos de autocarro para Sibiu, pensava: Como é possível na minha idade os locais visitados ainda me surpreenderem tanto e com gratas memórias. São momentos, que sabem tão bem.

Cheguei a Sibiu sem grandes expectativas, mas saí de lá conquistado ou cativado por aqueles olhos, das janelas dos sótãos que até parecem estar a olhar curiosos. Aliás, a Transilvânia já pertencia ao meu imaginário literário.

sibiu12.jpg

É a terceira maior cidade da Roménia, que escapou em boa parte da destruição provocada pelas grandes guerras e às loucuras de Ceausescu. Organiza-se em torno de três praças, a mais pequena, a pequena e a grande. No entanto, está na cidade alta o centro histórico, onde se encontram a maioria dos monumentos e as atrações urbanas.

Encontrámos, por lá, um ambiente de festa entre igrejas e monumentos e uma grande azáfama na montagem de grandes tendas que estavam a retirar toda a beleza ao espaço público.

A principal e larga artéria pedonal é uma lufada de urbanismo, moderno, onde se destacam gelatarias, restaurantes, muitas esplanadas e lojas de grandes marcas.

sibiu10.jpg

sibiu11.jpg

sibiu13.jpg

sibiu30.jpg

sibiu31.jpg

sibiu32.jpg

Há recantos muito bonitos em Sibiu. Ao fundo da praça “Little Square”, no coração da cidade medieval, está uma ponte prestes a colapsar, quando, um dia, for atravessada por um mentiroso. É a Ponte das Mentiras, carregada de lendas sobre mentirosos e mentirosas. Erguida em 1859, foi a primeira ponte em ferro fundido com pilares.

sibiu14.jpg

sibiu20.jpg

Ao fim do dia na localidade de Sibiel, diminutivo de Sibiu, ainda houve tempo para um passeio em carruagens puxadas por valentes cavalos, que, juntamente, com um jantar caseiro, de qualidade e de excelentes sabores, preparado por uma família local, foi a cereja no topo do bolo, como se costuma dizer.

sibiel10.jpg

sibiel11.jpg

sibiel12.jpg

sibiel13.jpg

sibiel14.jpg

Confesso que não imaginava viver tantas emoções nesta viagem, que percorreu a Bulgária e a Roménia. De tudo o que vi, adorei a natureza ainda em estado puro e um mundo rural ainda muito ou totalmente verdadeiro… até a vaca vem sozinha do pasto para se recolher em casa.

Termino as crónicas desta, nossa, viagem com uma merecida referência ao guia Sr. Marian Justin Firinca, um Gentleman e um bom embaixador do seu país, a Roménia. Se um dia precisarem de um guia, este é excelente.

Contatos: Telefones +40771024093 / +40723336804 e Email justinturism@gmail.com

 

Até Abril de 2020, na India.

 

Carlos Alberto Santos

www.cc3485.pt

Comentar:

Mais

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog tem comentários moderados.

Este blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.

Mais sobre mim

imagem de perfil

Arquivo

  1. 2021
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2020
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2019
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2018
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
Em destaque no SAPO Blogs
pub